TI-RINHAS

Três quadrinhos incomodam, incomodam, incomodam muita gente…

Mercantilismo

with 11 comments


Série: Momentos Especiais / Episódio 83 – Mercantilismo.

[Obs.: se copiar, não altere a imagem ou o texto; coloque um ‘link’ ou ‘backlink’ para esta página.]

Anúncios

Written by robmaia

26/12/2009 às 12:49

11 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Rob Maia, Rob Maia. Rob Maia said: Mercantilismo: Série: Momentos Especiais / Episódio 83 – Mercantilismo. [Obs.: se copiar, não altere a imagem… http://bit.ly/5ZThJ7 […]

  2. Hohohoho! Feliz Natal os capitalistas selvagens!

    Renato Tarantelli

    26/12/2009 at 12:58

  3. O que valem os valores perante caixas embrulhadas em papéis coloridos e laços vistosos? Nada… claro!

    Genial a tua tirinha, Rob!

    Beijocas
    Luísa

    Luísa

    26/12/2009 at 14:59

    • Para muitos – muitos mesmo – vale muito pouco. Há tempos que o Natal é somente símbolo de comércio. Teoricamente: o que é o Natal? Ah,… é a época em que as empresas lucram aquilo que não ganharam durante todo o ano. Valeu mesmo, Luísa. Muito obrigado. Beijocas.

      robmaia

      26/12/2009 at 20:46

  4. Olá querido amigo Rob,

    Infelizmente é o que disse, Natal representa a época das “vacas gordas” para o comércio e empresas.
    E o principal, o Cristo renascido, fica esquecido.

    Carinhoso e fraterno abraço, amigão.
    Lilian

    Lilian

    26/12/2009 at 22:48

  5. Saudações Fraternas!

    Amigo Roberto!

    Mais um registro verdadeiro, ainda bem que muitos não esqueceram que a data especial é alusiva ao Mestre Jesus!
    Parabéns pelo Post!
    Abraços fraternos,
    LISON.

    LISONN

    27/12/2009 at 01:24

  6. Rob Maia, você acertou na mosca mais uma vez. Um retrato perfeito da nossa sociedade.

    • Muito obrigado. No Natal de hoje, o aniversariante – como símbolo máximo da humildade – agora quase não encontra lugar nessa festa natalina, cada vez mais pomposa, mais cara, mais escrava da indústria. Valeu mesmo, Rodrigo. Abraços.

      robmaia

      27/12/2009 at 11:08

  7. A fé neste caso só é aplicável ao interesse: presentes! Não a pessoa presente, mas ao conteúdo de um objeto de desejo! Que tristeza….

    Sissym

    27/12/2009 at 22:21

  8. Nossa!
    Pura verdade!

    Ray

    28/12/2009 at 15:15

  9. Hahahahahha.

    Isso é sacanagem, Rob!

    Mas também a pura realidade. Se é que ainda podemos chamar de pura né?

    Muito boa sua tirinha, meu amigo! 🙂

    Naturezapoética

    28/12/2009 at 22:35


Seu comentário é muito bem vindo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: