TI-RINHAS

Três quadrinhos incomodam, incomodam, incomodam muita gente…

Escrituras

with 11 comments


Série: Momentos Especiais / Episódio 133 – Escrituras.

[Obs.: se copiar, não altere a imagem ou o texto; coloque um ‘link’ ou ‘backlink’ para esta página.]

Anúncios

Written by robmaia

25/03/2010 às 12:35

11 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Olá amigo:
    Verdade, é o nome do dono do imóvel, o mais importante.
    Tá bem legal…
    Abraço.
    Fátima

    • Fátima, valeu mesmo. Muito obrigado. Abraços.

      E parabéns! O seu comentário foi o de número 4.000, no Ti-Rinhas.

      Seja sempre bem-vinda.

      robmaia

      25/03/2010 at 12:54

  2. Olá Roberto bem engraçada essa tirinha.

    Um grande abraço.

    Alexandre Lima

    25/03/2010 at 13:20

  3. Oi Robi,
    Que maldade…rsrsrsrs
    Tá certo.
    Grande abraço.

    Beth Muniz

    25/03/2010 at 14:12

  4. Que Post Fascinante!
    kkkkkkkkkkkk
    AMIGO ROBERTO

    O pessoal está ligado em outras escrituras…mas,

    esse, não é aquele pastor de Brasília ?
    Parabéns por mais um excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

    LISONN

    25/03/2010 at 16:36

  5. lol tá bem visto eheheheheh

    Torres Vedras Web

    25/03/2010 at 18:12

  6. E ele tem toda a razão!! ahahahahha

    Excelente trocadilho, Rob. Adorei!

    Beijocas
    Luísa

    Luísa

    25/03/2010 at 20:32

  7. Muito bom Rob…. e me deu uma ótima idéia para os finais de semana quando batem na minha porta as 8:00hs da manhã pra pregar a palavra das escrituras!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkk
    Beijo no coração

    Valéria

    25/03/2010 at 20:57

    • Valéria,… na minha adolescência ocorreu muito isso de baterem à minha porta pra fazer pregação. Geralmente eram duas pessoas, aos sábados ou aos domingos. Eles iam de casa em casa. Batiam palmas no portão e, quando alguém aparecia, chamavam pra uma ‘conversinha’ (que poderia render horas). Pois bem,… quando eu ouvia baterem palmas na casa do vizinho, já me preparava. Aí, quando batiam palmas no portão da minha casa, eu imediatamente abria a porta e ficava agradecendo – Obrigado,… muito obrigado! -, como se fosse um artista, ao final de um show. Claro que eles iam embora desapontados, julgado terem batido à porta de algum maluco. No que, provavelmente, não estavam errados. Mas eu me divertia muito com essa pequena molecagem. Valeu mesmo, minha amiga. Muito obrigado. Beijo no coração.

      robmaia

      26/03/2010 at 08:24

  8. Olá Roberto,

    Meio bola dividida,

    Só não sei se tu é o zagueiro ou atacante…

    Abraço

    Geraldo

    26/03/2010 at 00:17

  9. Hahahahahhah. Genial essa tirinha, Rob!

    Sabe que o seu personagem me fez lembrar muito um tal Senhor que sempre batia na minha porta. Até a roupa!:-)

    Está demais de boa! Hahahahhahah.

    naturezapoetica

    26/03/2010 at 22:11


Seu comentário é muito bem vindo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: